09/12/2022 às 15:58

Desconfia que seu filho pode ter algum grau de autismo? Vem saber mais!

201
3min de leitura

Pouco contato visual, dificuldades para falar, comportamentos repetitivos ou interesse em objetos específicos: essas características são comuns no dia a dia do seu filho? Saiba que essas são algumas das características do Autismo.

O Autismo não é uma doença e sim um modo diferente de reagir, de se expressar e de levar a vida. Ele não avança com o passar dos anos e não tem cura, portanto, quanto antes o diagnóstico for feito e seguir para o tratamento mais diferença a pessoa sentirá no dia a dia, com a melhora da qualidade de vida e autonomia.

Quando observamos alguma criança com traços de autismo, um dos principais questionamentos são as possíveis causas: genética? fatores ambientais? Atualmente as causas não são 100% conhecidas mas é fato que o fator genético pode ser sim metade da causa do transtorno, outros fatores são externos e durante a gravidez como estresse, infecções, desequilíbrios metabólicos e exposição à substâncias tóxicas também podem aumentar a possibilidade de aparecimento do distúrbio na criança.

É importante compreender que o Autismo se apresenta em diferentes níveis de intensidade. Por exemplo: quando falamos que uma pessoa é diagnosticada com Autismo Grau 1 entendemos que os sintomas são mais brandos, não a impedindo de trabalhar, estudar e conviver socialmente. O Grau 2 já apresenta uma maior necessidade de suporte, precisando de auxílio para ações corriqueiras como comer e tomar banho, por exemplo. Já o Grau 3 exige um acompanhamento especializado ao longo de toda vida, apresentando dificuldades mais graves.

Por ser um transtorno psicológico e comportamental é possível observar os primeiros sinais em bebês de poucos meses, os sintomas mais frequentes são:

Dificuldade em interagir socialmente: pouco contato visual, dificuldade em expressar as próprias emoções, expressões faciais, gestos, problemas em fazer amigos;

Prejuízo na comunicação: escolha pelo uso repetitivo da linguagem, dificuldades em manter ou iniciar frases, humor ou sarcasmo, tom de voz monótono, não responder ou demorar para responder quando for chamado;

Alterações comportamentais: ações repetitivas como se balançar para frente e para trás por muito tempo, interesse por coisas específicas, manias e apego excessivo em rotinas.

Mesmo com dificuldades para ações cotidianas, o Autismo permite que habilidades impressionantes se desenvolvam como a facilidade para aprender a ler, se lembrar por muito tempo de acontecimentos e ter desenvolvimento acima da média com arte, números e música.

O diagnóstico já é possível por volta dos 18 meses de vida, fazendo uma avaliação com um neuropediatra que fará o exame observando o comportamento da criança e entrevista com os pais.

O Autismo não tem cura, mas com o tratamento é possível ter uma boa qualidade de vida, melhorando a capacidade de comunicação e autonomia da pessoa. São 3 pontos principais que, quando combinados garantem bons resultados:

• Terapias: união de diversas terapias para melhorar as habilidades sociais, comunicativas e organizacionais do paciente como fonoaudiologia, Terapia Cognitivo-Comportamental, exercícios de comunicação funcional e jogos para incentivar a interação;

• Remédios: junto com as terapias eles são importantes para tratar insónias, hiperatividade, falta de atenção, agressividade, ansiedade e comportamentos repetitivos;

• Treinamento dos Pais: fundamental para o aprendizado de habilidades sociais, o treinamento dos pais proporciona um bom preparo tanto para cuidar de seu filho quanto de si próprio.

O Autismo de forma geral exige muita atenção, busque apoio profissional para você e para o seu filho. Com os cuidados certos é possível levar a vida de forma leve e sempre com muito amor.

09 Dez 2022

Desconfia que seu filho pode ter algum grau de autismo? Vem saber mais!

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

autismo comportamento criança filho infância sintomas tratamento

Quem viu também curtiu

05 de Out de 2022

TDAH: vem saber mais sobre os impactos e como viver bem com o transtorno

09 de Abr de 2022

 Abril: Mês da conscientização sobre o autismo + 3 séries pra acompanhar e se emocionar

17 de Fev de 2020

DICAS IMPORTANTES PARA A SESSÃO NEWBORN

Olá! Sinta-se a vontade para enviar uma mensagem pelo WhatsApp :)
Logo do Whatsapp