05/10/2022 às 12:03

TDAH: vem saber mais sobre os impactos e como viver bem com o transtorno

372
4min de leitura

O TDAH é muito comum por seus sintomas como dificuldade de concentração, agitação, atitudes impulsivas e distração, mas você sabe ao certo o que é o TDAH?

O Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno relativamente comum que atinge cerca de 5% das crianças, sendo considerado um transtorno neurobiológico. O TDAH afeta o relacionamento e o desenvolvimento em ambientes escolares, trabalho ou social e por isso necessita de acompanhamento especializado.

De acordo com estudos, sua causa provém do resultado de uma combinação de alguns fatores como genéticos, ambientais, biológicos e sociais e neste caso a criação dos pais não tem grande fator de influência. O consumo de álcool e nicotina durante a gravidez ou até mesmo o sofrimento fetal na hora do parto também surgem como possíveis causas, mas ainda não existem estudos conclusivos sobre o tema.

Por ser um transtorno neurobiológico, o TDAH afeta a região frontal do cérebro, onde comportamentos inadequados são inibidos, afetando também o autocontrole, organização, memória, atenção e planejamento. Segundo a OMS Internacional, o TDAH possui 18 sintomas divididos em 3 grupos, sendo 9 relacionados à desatenção, 6 à hiperatividade e 3 à impulsividade.

Quando falamos em faixas etárias, o TDAH se manifesta de diferentes formas, de acordo com a vivência do paciente:

Infância: é possível observar os sintomas principalmente nas dificuldades na escola provocados pela desatenção, dificuldade em finalizar tarefas e permanecer sentado, esquecimentos, no relacionamento com colegas e professores;

Adolescência: dificuldade em lidar com regras e limites são os principais pontos a serem observados em um adolescente com suspeita de TDAH;

Adulto: desatenção, falta de memória, impulsividade associados à ansiedade, alterações de humor, depressão, abuso de álcool e drogas.

No episódio #83 do Lutz Podcast, o convidado da vez foi Saymon Veiga, acadêmico de psicologia e idealizador do projeto TDAH pra Gente Grande. No programa ele ressalta alguns sintomas como não conseguir inibir os comportamentos, mesmo que eles sejam considerados inadequados para o ambiente em que ele está inserido. Pelo paciente viver no presente existe um aspecto mais impulsivo e hiperativo. Pensamentos acelerados também fazem parte do dia a dia e a falta de foco por se distrair com pequenas coisas que chamam atenção, não conseguindo seguir numa mesma tarefa por muito tempo ou se organizar.

O diagnóstico do TDAH é basicamente clínico, fruto da observação e descrição, sendo necessário o relato do paciente e dos pais ou responsáveis. Para que se inicie o levantamento de hipóteses, ao menos 6 sintomas precisam transparecer em crianças e 5 em adultos. Desta forma seu diagnóstico é bastante complexo e exige o acompanhamento de um profissional.

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade possui tratamento: através de psiquiatra, psicólogo, pedagogo e pais,o tratamento se dá pelas terapias cognitivo-comportamentais e muitas vezes atrelado ao uso de medicamentos.

No podcast, o apresentador traz diversas perspectivas do TDAH e compartilha dicas de como levar a vida com mais qualidade mesmo com o transtorno. Uma das dicas que ele aponta é atrelar os tratamentos à atividade física e a boa alimentação, reforçando bons hábitos para a saúde mesmo que às vezes seja difícil de pôr em prática todos os dias. A importância da atividade física aeróbica é fundamental para quem tem TDAH ou ansiedade, pois vai impactar diretamente com a auto regulação da respiração e consequentemente da inteligência emocional, aumentando a maturidade.

Ainda no Podcast, Saymon ressalta que o TDAH nada mais é que uma falha na capacidade de gerenciar o comportamento visando um objetivo futuro, visto que ele atinge o córtex pré-frontal que é o responsável pela nossa habilidade com o planejamento. Desta forma, o paciente vive um eterno presente, o que deixa os comportamentos impulsivos ainda mais fortes. Para auxiliar, Saymon trouxe uma estratégia para quem tem TDAH: gamificar a vida, criar mini metas de curto/médio prazo e se guiar por objetivos que de fato trazem motivação e liberam dopamina - dessa forma é possível trabalhar na motivação, no comportamento e na visão de futuro, guiando o paciente e possibilidade uma melhor qualidade de vida.

Para saber mais sobre o TDAH e como conviver com ele, assista o Lutz Podcast completo com Saymon Veiga aqui e não se esqueça: é possível ter uma vida leve com TDAH, se informe e busque ajuda de profissionais seja para você ou para seu filho.

Com empatia, amor e uma equipe voltada para o tratamento é possível levar uma vida leve e com menos impactos negativos. Seja para você, seu filho ou conhecido, não hesite em procurar ajuda, você não está sozinho!


05 Out 2022

TDAH: vem saber mais sobre os impactos e como viver bem com o transtorno

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

causas Lutz Podcast podcast Saymon Veiga sintomas tdah tratamento

Quem viu também curtiu

09 de Dez de 2022

Desconfia que seu filho pode ter algum grau de autismo? Vem saber mais!

17 de Fev de 2020

DICAS IMPORTANTES PARA A SESSÃO NEWBORN

08 de Abr de 2023

DIA DAS MÃES: UMA SESSÃO DE FOTOS ESPECIAIS

Olá! Sinta-se a vontade para enviar uma mensagem pelo WhatsApp :)
Logo do Whatsapp